Workshop sobre a cultura gastronômica de Garanhuns

Fui ontem assistir o workshop sobre a cultura de Garanhuns e a sua influência na gastronomia pernambucana, esse evento faz parte do projeto Conexões Culturais, organizado pelo SESC, aqui na cidade, até o dia 08 de novembro.

O projeto Conexões Culturais conta com espetáculos, oficinas, seminários e workshops nas áreas de artes cênicas, artes visuais, moda, gastronomia, economia criativa, cultura digital, música, literatura e  meio ambiente. Está acontecendo em vários pontos da cidade. O de gastronomia foi no Parque Ruber Van Der Linden (Pau Pombo). Só não avisei antes aqui porque só soube na última hora, mas fui lá e vou mostrar para vocês.

Na foto Elizabeth Crasto, Gerente do SENAC/Garanhuns, eu e Lílian Ferreira, Gestora Cultural do SESC

Esse evento teve a participação do Senac Garanhuns, com seu Bistrô Escola. O professor Guga Pessoas falou sobre a gastronomia em Garanhuns e a chef Lucila preparou uma Carne do Sol no Perfume de Manteiga de Garrafa com Cebola Puxada no Mel de Engenho, acompanhado de Purê de Jerimum com Provolone e Queijo de Coalho.

Que mimo o queijo coalho cortado formando o nome das instituições

 Foi muito interessante e eu quis muito participar porque uma coisa que noto aqui em Garanhuns e no Agreste de Pernambuco é que de maneira geral não tem uma culinária muito característica. Quando pensamos no litoral e no sertão já vem na nossa cabeça as comidas que caracterizam estas duas regiões, mas o agreste fica ali imprensado entre os dois, sofrendo influência dos dois lados. Até conversei sobre isso com Guga antes da palestra dele.

Há algum tempo estou com a ideia de  fazer uns posts sobre as comidas que são a cara de Garanhuns, mostrando pessoas da cidade que fazem comidinhas bem características. Coisas que estão se perdendo com o tempo. Minha ideia é deixar registrado para que outras pessoas possam reproduzir e as receitas não se percam. O que vocês acham da minha ideia?

Comments

  1. Simone Brito says

    Parabéns pela postagem!!!!
    Ahhh adorei a tua ideia viu!
    Mas diz aí… a “Carne do Sol no Perfume de Manteiga de Garrafa com Cebola Puxada no Mel de Engenho” a gente vai aprender também? =P

  2. says

    Acho uma excelente ideia, Patty! O resgate da cultura gastronômica é necessário, é a alma de um povo.
    Adoro esse tipo de evento.
    Bjs.

  3. says

    Excelente!
    A culinária faz parte do patrimônio cultural de um povo. Faz parte dos costumes, do viver desse povo e não pode
    ser perdida essa tradição para que as gerações futuras possam conhecê-la, conservá-la e até enriquecê-la.
    Mãos à obra PAtty!
    Quando for a Garanhuns perguntarei pelas comidinhas gostosinhas…
    Bjos,
    zuolliver

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *