Bolo de Aipim, delícia nordestina!

Aprenda a fazer um delicioso Bolo de Aipim típico do nordeste do Brasil.

Direto ao ponto

Gosto demais de bolo de aipim. O aipim tem nomes diferentes em várias partes do Brasil, macaxeira, mandioca, aipim. Aqui em Pernambuco o pessoal fala macaxeira, aipim na Bahia e fala de mandioca em São Paulo, mas as receitas são praticamente as mesmas.
Acho o aipim tão versátil. Dá para fazer receitas doces ou salgadas receitas. Tem até sorvete de aipim, ja viram vocês? Qualquer dia faço aqui.
Como eu disse gosto muito de bolo de aipim. Minha mãe faz um que é de comer agradecendo a Deus, de tão bom que é. Mas eu nunca me animava em fazer, tinha que ralar o aipim cru, ralar o coco, bater, bater e bater o bolo na mão.
Até que no começo deste ano, uma amiga que faz aula de Pilates comigo me deu esta receita que vou dividir com vocês. Obrigada Quiterinha.
Acho que não poderia ser mais fácil. Além do mais, também é muito bom. Já até perdi a conta de quantas vezes já fiz esta receita. Tem até um vídeo que fiz, numa das vezes que fiz esta receita, mas o bichinho está me dando um trabalho danado para editar, mas assim que terminar eu coloco aqui.

Bolo de Aipim

 

Ingredientes
1 kg de aipim crua, descascada, picada e sem os talos

4 ovos

1 1 / 2 vidro pequeno de leite de coco (300ml)
2 xícaras (de chá) de açúcar
4 colheres (de sopa) de manteiga
1 / 2 coco seco picado (opcional)

Modo de Preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador. Você vai precisar bater duas etapas em, pois não cabe tudo de uma vez só no liquidificador. Coloque a massa em uma forma untada e polvilhada com açúcar. Leve ao forno e estará pronto quando você enfia o palito sem bolo e ele sai limpo.
Fica delicioso, mas o melhor é comer depois de esfriar, pois quente ele fica meio puxa-puxa.
Desculpe a qualidade das fotos que ficaram muito claras.

 

 

Dica:

Você pode usar ou não o coco. Sem coco também fica bom. Se for o usar, Fure um buraquinho na parte superior do coco coco (você vai ver que tem um lugarzinho lá que é só enfiar uma faca fina), retire a água (aqui em casa é uma briga para ver quem vai beber, kkkk) , quebre uma dura casca, descasque o coco (deixando só a parte branca), pique e coloque para bater no liquidificador junto com os outros ingredientes. Você pode ralar (sem ralador fino) também e só misturar no final.

16 respostas

  1. Patty, há tempos não sei o que é ralar coco, ô servicinho chato , não…rsrs? Sempre ralava meus dedos.
    Agora podemos comprá-lo já ralado fresquinho.
    Bolo de aipim é dos meus favoritos. O da minha mãe é o máximo e estou querendo fazer novamente para colocar no blog e me deliciar, claro!
    Dê uma olhada no post Dia do Tango, onde divulgo o trabalho de músico do meu filho. Sabe como é mãe, né?
    Bjs.

  2. Adorei essa receita!!! O melhor bolo de aipim que eu como em anos! Durou só uns dois dias… Marido comeu tudo!

  3. adoro o bolo de aipim da casa de Tata. isso e9 maldade, Leite3o! saddaues de quando eu saeda do escritf3rio e0 pe9 e comia meu bolinho de aipim. A pamonha eu nunca provei…huuum…

  4. Amo bolo de aipim e quero fazer essa receita agora, porém estou sem leite de côco em casa… Posso substituir pelo leite comun?

  5. Oiiii
    Queria saber se nessa receita o bolo fica aquele molenga ou aquele mais firmezinho? Pois meu marido não gosta daquele que fica um estica e puxa…rs

  6. Vai uma dica preciosa. para quem não gosta de ralar aipim e coco. Realmente, este é um trabalho chato e as vezes perigoso, pois pode arrancar o couro dos dedos e dedos sem o coro ficam muito feios. Primeiro uma observação: um dos equipamentos mais úteis numa cozinha é muito pouco usado por vocês. É um equipamento chamado CENTRÍFUGA. Este equipamento pode ser usado não somente para fazer sucos de frutas, legumes e folhas, como também para RALAR aipim e coco. Vocês só precisam ter o cuidado de descascar e cortar em pedaços que caibam na boca da centrífuga. Feito isso, vão colocando aos poucos e apertando levemente o pilão para não forçar a máquina. O resultado é uma massa bem fina pronta para uso, tanto do coco como do aipim. E tem uma vantagem: a centrífuga separa a massa do líquido. Assim, ao ralar o coco vocês vão ter dois ingredientes: o coco ralado e o leite de coco para usar em um prato de peixe ou camarões. E o líquido do aipim, depois de decantado, joguem a água fora e deixem a goma secar, resultando dai um polvilho de aipim que pode ser usado para fazer beiju, sequilhos, etc. e tal. Eu uso uma centrífuga Philips/Walita mod. RI1836/00 comprada no Carrefour, onde encontrei mais barato. Este é um modelo simples de uma velocidade, mas tem modelos mais potentes de duas velocidades e com maior capacidade. Fica a escolha de vocês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.